Descubra como medir o engajamento dos colaboradores em 7 passos!

Descubra como medir o engajamento dos colaboradores em 7 passos!

janeiro 14, 2021 in Educação Corporativa, Treinamento

Avaliação de desempenho

Realizar uma avaliação de desempenho dos seus colaboradores é extremamente importante para garantir mais produtividade e, consequentemente, o crescimento dos negócios.

No entanto, muitas empresas ainda não sabem como mensurar esse engajamento, ou não contam com as ferramentas necessárias para isso. 

Como resultado, essas companhias deixam passar uma oportunidade valiosa de conhecer as potencialidades e pontos fracos de seus times para realizar as mudanças necessárias.

Neste conteúdo, vamos nos aprofundar no conceito de avaliação de desempenho, além de destacar a sua importância e apresentar uma lista com métodos e as etapas necessárias para transformar esse projeto em prática. Confira!

O que é uma avaliação de desempenho?

A avaliação de desempenho é uma das principais ferramentas utilizadas pelo RH para medir o desenvolvimento dos colaboradores!

Ela é utilizada para medir os níveis de envolvimento nas atividades e com a própria cultura organizacional. E, quando aplicada devidamente, funciona como um verdadeiro termômetro para medir os índices de produtividade e o crescimento da empresa como um todo.

Por meio da avaliação de desempenho é possível fazer um estudo aprofundado de diversos fatores, como:

  • O relacionamento entre os líderes e seus times;
  • O comprometimento dos colaboradores com os objetivos da companhia;
  • A postura dos profissionais na jornada de trabalho;
  • As taxas de absenteísmo e turnover;
  • A relação entre o cumprimento das metas estabelecidas e a produtividade dos colaboradores;
  • Os níveis de satisfação ou de estresse gerados pela rotina organizacional.

Esses resultados se refletem na qualidade dos produtos, serviços oferecidos e têm grande impacto na satisfação dos clientes e na imagem da companhia no mercado.

Por isso, é essencial que os gestores deem uma atenção especial a cada um dos critérios pontuados na avaliação para identificar possíveis melhorias, a necessidade de oferecer treinamentos e cursos de capacitação ou mesmo a realização de mudanças estratégicas nas equipes e na execução dos processos internos.

Qual é a importância de realizar uma avaliação de desempenho?

Com a avaliação de desempenho os gestores podem ter em mãos dados precisos e tangíveis sobre os resultados de cada setor da companhia. Assim, esses líderes podem conhecer o real potencial das equipes para elaborar táticas que contribuam para o aumento da integração e da produtividade de forma eficaz.

Ao compreender o perfil de cada colaborador, é possível criar um ambiente no qual ele se sinta motivado a dar o seu melhor todos os dias, além de oferecer oportunidades que contribuam para o desenvolvimento da sua carreira dentro da companhia.

E aqui não falamos apenas de bonificações, aumento de remuneração ou de mudanças de cargo, mas também do oferecimento de condições de trabalho que garantam aos colaboradores mais segurança, estabilidade emocional e uma sensação de pertencimento.

A importância de uma boa avaliação de desempenho também se reflete, por fim, na velocidade e na qualidade das entregas, garantindo um maior destaque frente à concorrência e contribuindo para a fidelização dos públicos interno e externo.

Quais os principais métodos de avaliação de desempenho?

Hoje em dia, as empresas podem encontrar uma ampla diversidade de métodos de avaliação de desempenho. O segredo é escolher aquele que melhor atende aos objetivos da companhia. A seguir, vamos listar algumas das principais táticas utilizadas pelos departamentos de RH.

1 – Autoavaliação

Como o próprio nome indica, o colaborador será responsável por avaliar o seu próprio desempenho por meio de um questionário previamente definido pela empresa.

É um método importante por possibilitar a autorreflexão, mas deve ser aplicado com atenção já que, dependendo do perfil do colaborador, os resultados podem não corresponder à realidade. E isso pode acontecer de duas formas:

  • O profissional atribui uma nota menor, por se cobrar de forma excessiva ou não se sentir devidamente reconhecido;
  • O indivíduo pode superestimar o próprio trabalho por medo de sofrer consequências negativas caso o resultado não seja o esperado pelos gestores.

Portanto, caso a companhia escolha essa técnica, o responsável pelo processo avaliativo deve conhecer o histórico de trabalho do colaborador e ter um olhar apurado para identificar o que está por trás das respostas fornecidas.

2 – Avaliação direta ou “um para um”

Esse método pode ser bastante eficaz ao possibilitar uma conversa clara, objetiva e transparente, entre o colaborador e o gestor. Mas para que tudo saia como o esperado é essencial considerar alguns fatores importantes.

O gestor deve conhecer o profissional que está à sua frente e precisa ter em mente qual o objetivo da avaliação e quais pontos devem ser ressaltados ao longo da avaliação. Além disso, é muito importante adequar a linguagem utilizada para que o colaborador não se sinta intimidado e absorva melhor as informações passadas.

Essa avaliação pode trazer muitos ganhos para a criação de um relacionamento de qualidade dentro da corporação, aproximando a administração da companhia dos demais departamentos.

3 – Avaliação 360º

Esse tipo de avaliação engloba diversos públicos: gestores, o pessoal do RH, equipes de colaboradores e, em alguns casos, até clientes e fornecedores.

Aqui, a partir de um questionário estruturado, todos os participantes se avaliam e, a partir dessa reunião de diferentes pontos de vista, os especialistas em desenvolvimento pessoal poderão avaliar onde está a real necessidade da empresa.

Por envolver tantas personalidades, o ideal é que a empresa já trabalhe com uma boa cultura de feedbacks para obter o resultado esperado.

4 – Avaliação por clientes

Essa avaliação é mais indicada para aqueles colaboradores que atuam em contato direto com os clientes e pode ser aplicada por meio de um questionário apresentado pelo próprio colaborador, por uma pesquisa de opinião online ou até por meio de depoimentos e impressões “colhidas” ao longo de uma conversa.

Seja qual for a tática utilizada, é possível avaliar dados importantes como a qualidade do atendimento, a imagem que esse cliente tem da empresa, a satisfação com o produto ou serviço prestado, entre outros fatores que contribuem com a formação de um público fidelizado.

7 passos para medir o engajamento dos seus colaboradores

Agora que você já está bem informado sobre a avaliação de desempenho e a sua importância para o fortalecimento das equipes e o crescimento saudável da empresa, vamos finalizar com os 7 passos que você pode seguir para medir o nível de engajamento dos seus colaboradores. Observe e tome nota!

  1. Comece realizando um mapeamento de competências para conhecer melhor talentos que já estão na empresas e entender as habilidades que precisam ser desenvolvidas;
  2. Estabeleça os objetivos da avaliação e como os resultados serão utilizados para engajar os colaboradores;
  3. Escolha o método mais adequado ao perfil da sua empresa e aos objetivos estabelecidos no tópico anterior;
  4. Estruture os questionários com perguntas que tragam temas relevantes, como competências técnicas, comportamento, metas de desempenho e relacionamento entre as equipes;
  5. Aplique a avaliação de desempenho junto aos colaboradores, incentivando a participação de todos e reforçando a importância da ferramenta;
  6. Finalizado o processo, faça uma avaliação cuidadosa dos resultados e realize um relatório completo com todas as informações coletadas;
  7. Forneça um feedback a cada participante de forma individual, preservando assim a sua privacidade para refletir sobre os resultados obtidos.

Se você gostou deste conteúdo e quer conferir outros artigos com dicas e metodologias que vão ajudar suas equipes a se tornarem ainda mais engajadas e produtivas, temos muita informação de qualidade em nosso blog

Acesse e saiba mais!


 

 

 

  • About The Author: User

    More posts by