Como aplicar o recurso de storytelling no e-learning? Saiba mais!

Como aplicar o recurso de storytelling no e-learning? Saiba mais!

janeiro 28, 2021 in e-Learning, Educação Corporativa, Treinamento

storytelling no e-learning

A arte de contar histórias sempre esteve presente na trajetória da humanidade, e até hoje é um recurso muito valioso, seja para entreter, seja para transmitir ensinamentos importantes de geração para geração.

Nos últimos tempos, com um aumento no número de cursos e treinamentos corporativos oferecidos na modalidade online, também pudemos observar o crescimento de uma nova tendência: o uso do storytelling no e-learning.

A partir dessa estratégia, o processo de ensino-aprendizagem pode se tornar mais dinâmico, interativo e, por que não, mais divertido — mesmo na hora de abordar assuntos de alta complexidade.

Para te deixar por dentro do assunto, preparamos este conteúdo especial com tudo o que você precisa saber sobre storytelling e como aplicá-lo à sua estratégia de educação corporativa com sucesso. Confira!

O que é storytelling?

Como a própria tradução do termo já indica, storytelling nada mais é do que a técnica de contar histórias, despertando o interesse do leitor ou ouvinte a partir da utilização de elementos que encantam e geram identificação.

Dessa forma, é possível transmitir conhecimentos de forma mais cativante, criando uma conexão genuína com o público. No entanto, para que essa tática funcione, é importante que a história conte com quatro recursos essenciais:

  • Um personagem principal: ou o herói da jornada, que deve despertar interesse e empatia para que todos acompanhem sua trajetória e torçam pelo seu sucesso;
  • O ambiente, composto por todos os locais e cenários nos quais a história do herói se passa;
  • Um conflito, que vai despertar o interesse pela história e deverá ser solucionado pelo personagem principal;
  • A mensagem, que contém a famosa “moral da história” e deve ser apresentada com uma linguagem adequada ao público para surtir o efeito esperado.

Como resultado, você terá à disposição uma iniciativa com alto poder de persuasão e que pode ser aplicada em diferentes contextos, tornando o conteúdo de e-learning mais interessante e agradável de ser consumido.

Como a sua empresa pode aplicar o storytelling no e-learning?

Tendo em vista que os ensinamentos transmitidos por meio de histórias são absorvidos e memorizados mais facilmente, o storytelling pode ser utilizado com sucesso pelas empresas de qualquer segmento de mercado. E neste tópico, vamos contar como isso acontece na prática!

Imagine que você precisa elaborar um treinamento corporativo para explicar novos processos de trabalho, apresentar um software ou um equipamento com um sistema de operação que seja complexo.

A simples apresentação desses conceitos de forma teórica ou por meio de apresentações online estáticas e repletas de muito texto certamente seria algo maçante para todos, não é mesmo? Pois bem, storytelling pode ser uma boa opção para transformar esse cenário!

A partir de uma narrativa interessante, leve e objetiva, é possível criar um personagem que tenha as mesmas dúvidas e dificuldades dos colaboradores e desenvolver uma caminhada de aprendizado ambientada no mesmo local de trabalho desses profissionais.

Outra vantagem das atividades virtuais é que elas podem ser acessadas mais de uma vez ao longo dos processos de capacitação, permitindo que os conteúdos sejam reforçados e as dúvidas sejam sanadas mais facilmente.

Além disso, o material de e-learning também pode contar com recursos audiovisuais como animações, trilha sonora e locuções, e também ferramentas de gamificação, como desafios e quizzes, que vão ajudar a deixar a história ainda mais atrativa, motivando e promovendo o engajamento dos participantes.

Falando em recursos audiovisuais, uma excelente solução é recorrer aos vídeos de treinamento. E é sobre eles que vamos falar no tópico a seguir. Acompanhe!

Dicas para utilizar storytelling nos seus vídeos corporativos

Depois de conhecer mais sobre o que é o storytelling e como essa ferramenta pode fazer a diferença ao transformar o seu e-learning em uma experiência de integração e engajamento. Pensando nisso, vamos listar aqui algumas dicas de como colocar esse projeto em prática por meio dos vídeos corporativos.

1 – Tenha um objetivo claro em mente

Qual vai ser o tema central do seu vídeo? O que você deseja ensinar aos seus colaboradores? Embora sejam perguntas simples, a resposta pode fazer toda a diferença para construir a história do seu material audiovisual.

Por isso, definir o objetivo do projeto de e-learning deve ser o primeiro passo — e um dos mais importantes — do seu planejamento. A partir daí é possível definir qual será o formato do seu vídeo, a linguagem mais adequada para o seu público e a melhor história para mantê-lo envolvido e engajado.

2 – Pense no seu público-alvo

Nessa etapa do seu planejamento, você deve fazer uma análise aprofundada e cuidadosa de quem é o seu público, ou seja, qual é o perfil do colaborador que vai participar do treinamento e terá acesso aos materiais de e-learning produzidos pela sua empresa.

Para os novos funcionários, por exemplo, é interessante contar com vídeos que os ajudem a se sentir bem-vindos e parte do time, com uma ação de onboarding completa que inclua uma apresentação dinâmica da infraestrutura e da cultura da empresa como um todo.

Por outro lado, para as equipes que são mais antigas e vão passar por uma capacitação para se familiarizar com novos processos, rotinas de trabalho ou equipamentos, o interessante é contar com vídeos criativos e uma linguagem que possa ser absorvida com eficácia.

3 – Escolha o tipo de vídeo que melhor atende aos seus objetivos

É importante destacar que, seja qual for o objetivo do seu treinamento corporativo, existe um tipo de vídeo que vai atender perfeitamente às suas necessidades. E a seguir, vamos listar algumas opções que podem ser desenvolvidas contando com os recursos de storytelling:

  • Cases de sucesso, com as histórias de projetos que contribuíram com o crescimento da organização ou as trajetórias de colaboradores que foram destaque na empresa contadas de forma humanizada e envolvente;
  • Documentários, que permitem um uso potencializado das ferramentas de storytelling para narrar a trajetória da companhia da sua fundação aos dias atuais — uma boa escolha para o onboarding ou para comemorações;
  • Vídeos para TV corporativa, que têm o objetivo central de promover uma comunicação interna com alta qualidade e de forma criativa, com conteúdos utilizados em treinamentos, informações sobre produtos, metas, resultados e outros dados que ajudam a manter os colaboradores sempre bem informados.

4 – Estruture bem o seu roteiro

Uma vez definidos o melhor tipo de vídeo e a linguagem mais adequada para despertar o interesse das suas equipes, é hora de construir o roteiro.

É o momento de decidir como será a história que você deseja contar, avaliar se ela está alinhada ao seu planejamento e escolher elementos importantes, como a construção do cenário e os recursos audiovisuais necessários para ajudar a transmitir a sua mensagem.

Lembre-se que o roteiro é o guia para o desenvolvimento do seu vídeo, por isso, merece uma atenção especial, certo?

5 – Invista em uma empresa especializada em produção de vídeos corporativos

Por fim, mas não menos importante, poder contar com toda a tecnologia e o know-how de profissionais que conhecem o potencial dos materiais audiovisuais e sabem como executá-los também é muito importante!

Nós, da Take5, sabemos que criar histórias realmente instigantes e que agreguem valor real aos treinamentos corporativos pode ser um desafio para muitos gestores. E é por isso que oferecemos as melhores soluções em educação corporativa para inserir os recursos de storytelling do e-learning da sua empresa com qualidade, criatividade e sucesso.

Entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas para saber mais!


 

 

 

 

  • About The Author: User

    More posts by